Agência reguladora prevê tarifa mais barata em 2013

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) estima que, a partir do ano que vem, os preços cobrados pelo serviço de pedágio eletrônico no Estado possam ser reduzidos. Isso poderá ocorrer porque uma nova tecnologia de "tag" - a de 915 megahertz (MHz) - começará a ser usada nos pedágios.

O Estado de S.Paulo

27 Outubro 2012 | 03h05

A previsão é de que, a partir de janeiro, esse "tag" de 915 MHz, que é menor, "mais barato e também mais moderno", segundo a agência reguladora, passe a ser oferecido para os motoristas que usam o serviço. A tecnologia empregada atualmente, de 5,8 gigahertz (GHz), deverá ser usada somente até novembro de 2014. Depois, nas rodovias paulistas, só poderão ser adotados nos pedágios os novos dispositivos que funcionam a 915 MHz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.