Agência reavalia atestados para comissários

A Anac também estuda acabar com a exigência do Certificado da Capacidade Física dos comissários de bordo, emitido por centros de medicina da Aeronáutica e clínicas credenciadas, e substituí-lo por um atestado fornecido por um médico do trabalho das empresas aéreas ou terceirizado. Hoje, o processo de avaliação da saúde dos aeronautas é semelhante ao dos pilotos e inclui critérios ligados às especificidades da atividade em aeronaves.

GLAUBER GONÇALVES, O Estado de S.Paulo

08 Janeiro 2011 | 00h00

Sindicatos e especialistas temem uma queda no rigor na avaliação. Segundo a Anac, um dos objetivos é adaptar as normas brasileiras às normas internacionais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.