Agência de publicidade vai custar R$ 17 mi

O pacote de licitações lançado pela Câmara Municipal inclui ainda a contratação de uma agência de publicidade por R$ 17 milhões. A nova Mesa Diretora justifica a contratação logo no início do ano pela não renovação do contrato existente pela gestão anterior, do vereador José Police Neto (PSD). "O serviço está interrompido, apesar de nosso pedido de prorrogação", diz o presidente José Américo. A expectativa do petista é de que a Casa fique desatendida por pelo menos quatro meses.

O Estado de S.Paulo

08 Janeiro 2013 | 02h03

"Só depois é que poderemos anunciar as audiências públicas que faremos neste ano para discutir os novos rumos da cidade, a partir da aprovação do novo Plano Diretor, do novo Código de Obras e da nova legislação do uso e ocupação do solo", diz.

Segundo Américo, as próximas campanhas publicitárias terão como foco atrair a participação popular para esses três projetos de lei. "Nossa intenção é colher opiniões já no primeiro semestre sobre todas essas mudanças." Para não perder os prazos, a Câmara estuda negociar com a Prefeitura a divulgação das audiência.

No ano passado, a Casa investiu em campanhas na mídia para fortalecer o serviço da Ouvidoria, criado a partir de 2011. Outro foco da divulgação foi o projeto de lei que criou um alvará provisório de até 4 anos para comerciantes que precisam se regularizar na Prefeitura. / A.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.