Werther Santana/AE
Werther Santana/AE

Aeroviários fazem protesto no Aeroporto de Congonhas, em SP

Funcionários cobram melhores condições de trabalho e aumento salarial; manifestação acontece desde as 6h30 e não prejudica programação dos voos

Priscila Trindade - Central de Notícias,

07 Dezembro 2010 | 08h26

SÃO PAULO - Aproximadamente 40 aeroviários (funcionários que atuam em solo) fazem um protesto no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, em frente ao balcão de check-in desde as 6h30 desta terça-feira, 7.

 

Com cartazes e megafones, os funcionários cobram melhores condições de trabalho e aumento salarial. A categoria, que conta com 20 mil trabalhadores, reivindica 15% de reajuste salarial. Os funcionários das empresas aéreas iniciaram na última quinta-feira a chamada operação padrão com o objetivo de pressionar uma negociação.

 

Segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), a manifestação não prejudica a programação dos voos. Segundo balanço das 8 horas, das 32 partida previstas, duas (6.3%) foram canceladas. Nenhuma registrou atraso superior a 30 minutos.

Mais conteúdo sobre:
aeroviários Congonhas protesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.