Aeroportos terão juizados

Os aeroportos das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil, terão unidades judiciais para resolver problemas envolvendo os passageiros, no período do evento. Posteriormente à crise aérea, a Justiça já havia instalado juizados em alguns aeroportos do País. O convênio para a instalação dos juizados foi assinado no Rio entre o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Ministério do Esporte, a Anac, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A proposta é que as unidades das Justiças Estadual e Federal solucionem questões como extravio de bagagens, atrasos de voos, problemas com as companhias aéreas e autorizações de viagem para menores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.