Prefeitura de Sorocaba/ Divulgação
Prefeitura de Sorocaba/ Divulgação

Aeroportos estaduais têm alta de 7% na movimentação de passageiros em SP

De janeiro a dezembro de 2019, 2,4 milhões de passageiros usaram os terminais administrados pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

07 de fevereiro de 2020 | 15h11

SOROCABA - Em vias de serem transferidos à iniciativa privada, os aeroportos estaduais do interior de São Paulo registraram aumento de 7% na movimentação de passageiros em 2019, em comparação com o ano anterior. De janeiro a dezembro, 2,4 milhões de passageiros usaram os terminais administrados pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), vinculado à Secretaria de Logística e Transportes do Estado. Em 2018, tinham sido pouco mais de 2,2 milhões. O crescimento foi bem maior que o do período anterior - de 2017 para 2018 - quando o volume de passageiros aumentou pouco mais de 1%, segundo números do Daesp.

Conforme o secretário João Octaviano Machado Neto, o governo investiu R$ 12,5 milhões em 2019, em reformas e adequação dos terminais. A redução no ICMS para o combustível de aviação também incentivou os voos de pequenas aeronaves. “Todo este trabalho prepara os aeroportos para serem recebidos pela iniciativa privada”, disse. Os estudos para a transferência estão sendo feitos pelo Daesp com assessoria da IOS Partners - consultoria internacional contratada para definir o modelo mais eficiente de gestão e funcionamento. O processo de desestatização dos aeroportos estaduais deve ser concluído em 2020.

Os números positivos no balanço foram registrados em 12 dos 21 terminais do Daesp. Aeroportos com pouco movimento, como os de Franca e Barretos, além dos terminais de Araraquara e Votuporanga, tiveram incentivos para operações com aeronaves de pequeno porte e passaram a receber voos comerciais. De acordo com a pasta, essa estratégia aumenta a conectividade entre as cidades e potencializa o turismo. Com isso, o número de aeroportos que operam voos comerciais aumentou para dez. Já havia essa operação nos aeroportos de Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Araçatuba, Bauru e Marília.

Além desses, os aeroportos de Avaré, Presidente Epitácio e Sorocaba tiveram aumento na movimentação de passageiros. Em Sorocaba, o aeroporto estadual foi equipado com torre de controle, inaugurada no início de dezembro último. Com investimento, de R$ 13,8 milhões, o equipamento confere mais segurança para as operações de decolagem e aterrissagem. Por estar no centro de um dos principais polos de manutenção aeronáutica da América Latina, o aeroporto de Sorocaba está entre os que mais recebem aviões no interior de São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.