Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Aeroporto de Guarulhos ganha maior loja de free shop da marca Dufry do mundo

Número de caixas passou de 10 para 32 para tornar mais eficiente o fluxo de pessoas e permitir um maior volume de compras em tempo reduzido

Mônica Reolom, O Estado de S. Paulo

31 de outubro de 2013 | 17h57

O Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, acaba de ganhar a maior loja de free shop da marca Dufry do mundo. O ambiente, inaugurado nesta quinta-feira, 31, dobrou de tamanho após reforma e passou de 1.600 m² para 3.142 m². A área fica no desembarque internacional do Terminal 2.

"(O aeroporto de) Guarulhos é a nossa prioridade número 1 neste momento", afirmou o presidente da Dufry, Julían Díaz. "Estamos presentes em 160 aeroportos, mas 2014 é o ano de Guarulhos e o ano do Brasil", ressaltou ele, referindo-se à Copa do Mundo e ao fluxo de passageiros que o País deve receber. O Grupo Dufry atua em 47 países.

Apesar da ampliação, a loja não ganhou novas marcas, mas ampliou a gama de produtos oferecidos pelas já existentes, que contemplam roupas, perfumaria, eletrônicos, joias, chocolates e bebidas alcoólicas. A maior mudança é no número de caixas de pagamento, que passou de 10 para 32, para tornar mais eficiente o fluxo de pessoas - e permitir um maior volume de compras em menos tempo. Segundo Díaz, o produto mais procurado por brasileiros no desembarque é o uísque, e no desembarque são os itens de perfumaria e cosméticos.

"Estou achando tudo maravilhoso e até já identifiquei um perfume que quero comprar", comemorava a agente de viagens Gina Schlachter, de 50 anos, que voltava de Buenos Aires, na Argentina, para Fortaleza, no Ceará, depois de passar férias com o marido.

Dois argentinos que viajavam a negócio rumo a Assunção, no Paraguai, gostaram das mudanças visuais no Duty Free, mas reclamaram dos preços. "O tamanho é maior que os free shops de Buenos Aires e de Montevidéu, mas bem mais caros", disse o piloto Luis Espalla, de 53 anos.

Ampliação. O presidente do presidente do GRU Airport, Antonio Miguel Marques, disse que uma loja Dufry quatro vezes maior que essa deve ser instalada no embarque do Terminal 3 - que ainda sendo construído e tem previsão de entrega em maio do ano que vem. "Estamos investindo mais de US$ 30 milhões no novo terminal. Ainda tem muito valor que podemos gerar a partir das ampliações do aeroporto", salientou Díaz. Outros US$ 15 milhões foram direcionados aos Terminais 1 e 2.

O presidente do Dufry também citou um projeto de lei que visa a ampliar o limite para vendas isentas de tributos para quem entra no País - e que pode aumentar o potencial de compras dos passageiros que passam pelas áreas francas. Hoje estipulado em US$ 500, o valor isento de compra em free shop pode passar para US$ 1,2 mil por passageiro. A proposta, que foi aprovada pelo Senado em agosto, precisa ainda da aprovação final da Câmara de Deputados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.