Aeroporto de Congonhas volta a funcionar

Dois fechamentos fazem com que 70 vôos de um total de 125 sejam cancelados

Amanda Valeri, da Agência Estado,

23 de julho de 2007 | 12h20

A pista auxiliar do Aeroporto de Congonhas, que havia sido fechada pela segunda vez às 11h26 desta segunda-feira, 23, foi reaberta às 12h55, segundo informações da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). Veja também:  Situação dos aeroportos  Com o novo fechamento, devido às chuvas, foram registrados até as 13 horas 70 vôos cancelados, de um total de 125 partidas programadas para esta manhã, e 13 com atrasos de mais de uma hora, de acordo com a Infraero. O aeroporto, que opera apenas com a pista auxiliar desde o acidente com o avião da TAM, ocorrido na terça-feira, 17, já tinha ficado fechado durante meia hora, entre 10h25 e 10h55. Não há, ainda, previsão de quando a pista auxiliar vai voltar a operar.  A TAM e a Gol fecharam o check-in devido ao acúmulo de passageiros na sala de embarque, mas a assessoria de imprensa da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) não soube confirmar essa informação. Até que Congonhas reabra, os vôos serão alternados para os aeroportos de Cumbica e Viracopos, em Campinas.  O último balanço divulgado pela Infraero dá conta de que, desde às 6 horas até 12 horas, dos 109 vôos previstos, 13 tiveram atrasos superiores a uma hora e 29 acabaram sendo cancelados. Ainda não se sabe o número de vôos desviados para outros aeroportos a partir das 9h21, quando havia 20 vôos alternados. Já a situação no Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, em Cumbica, Guarulhos, é melhor no fim da manhã, conforme informações da assessoria de imprensa da  Infraero. Chovia forte em Guarulhos por volta das 12 horas, mas o aeroporto não chegou a fechar e nem a operar com restrições, embora a quantidade de vôos com atraso seja grande. Da zero hora às 12 horas desta segunda-feira, dos 145 vôos programados, três foram cancelados. Outros 30 sofreram atrasos maiores do que uma hora. (Colaborou Paulo R. Zulino, do estadao.com.br)

Mais conteúdo sobre:
vôo 3054atrasos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.