Aeronave desaparece com 2 tripulantes no Guarujá, litoral sul de SP

Chovia forte na região quando o monomotor, um Embraer-712 Tupi, tentou pousar em Itanhaém

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

27 Abril 2012 | 02h09

SÃO PAULO - Um monomotor prefixo PT-NUH está desaparecido desde as 17h30 de quinta-feira, 26, quando sobrevoava o mar do Guarujá, no litoral sul paulista. Chovia muito na região quando a aeronave, um Embraer-712 Tupi, ocupado por uma instrutora de voo e um aluno, de 19 anos, tentou realizar um pouso em Itanhaém, também no litoral, e retornou para tentar aterrissar na Base Aérea de Santos, localizada no Distrito de Vicente de Carvalho, no Guarujá.

 

O monomotor, que pertence ao aeroclube de Itanhaém, teria decolado do Campo de Marte, em São Paulo, e pousou, por volta das 13h30, no aeroporto de Sorocaba, no interior paulista, para reabastecer. A aeronave tem capacidade para três pessoas e autonomia de voo de 4 horas, mas não teria decolado com o tanque cheio. O modelo foi fabricado no final da década de 80 e começo da década de 90 e é considerado seguro.

 

As buscas à aeronave, que pode ter caído próximo à Praia da Enseada, serão retomadas nesta manhã de sexta-feira, 27.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.