Aeronautas seguem sem acordo de reajuste

Mais uma reunião entre aeronautas, aeroviários e companhias aéreas acabou ontem sem definição sobre o reajuste salarial. O Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias propôs aumento de 8,2% para trabalhadores e de 8,5% sobre os pisos, mas as categorias não aceitaram. Segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Aéreos, será criado piso salarial para operadores de equipamentos.

, O Estado de S.Paulo

13 Janeiro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.