PM
PM

Aeromodelo transportaria celulares para presos em Venceslau

Menor disse que receberia R$ 20 mil pela construção do artefato; três maiores de idade acabaram presos

Daniela do Canto, da Central de Notícias,

25 Maio 2009 | 04h26

A Polícia Militar de Presidente Venceslau (611 quilômetros de São Paulo) encontrou na noite deste domingo, 24, um helicóptero para aeromodelismo que seria usado para levar telefones celulares para dentro da Penitenciária 2 da cidade. Três pessoas foram presas e um menor apreendido.

 

De acordo com as informações da PM, os policiais da Força Tática do 24º Batalhão faziam um patrulhamento de rotina pela Avenida Carlos Platzeck, nas proximidades da Penitenciária 2, quando suspeitaram da atitude dos ocupantes de um GM Celta preto, por volta das 21h50. Ao fazerem uma vistoria no carro, os policiais encontraram no porta-malas o helicóptero para aeromodelismo. Na base dele estava presa uma armação de arame, barbante e fraldas descartáveis, que continha nove telefones celulares sem chips e uma tesoura.

 

Conforme a PM, questionado, o menor admitiu que foi contratado para levar os celulares à Penitenciária 2 de Venceslau. Ele disse à polícia que recebeu R$ 10 mil para a montagem do equipamento e que posteriormente receberia outros R$ 10 mil.

 

Além do helicóptero, foram apreendidos em poder dos detidos nove carregadores de celulares de marcas diversas, um controle remoto e um acessório para equipamento de aeromodelismo, um carregador de bateria, um rolo de barbante, uma folha branca com anotações diversas e uma certidão de nascimento com anotações de valores e nomes em seu verso, além de outros cinco telefones celulares.

 

Os envolvidos

 

 

No Celta estavam o adolescente de 17 anos, morador de Guarulhos; João André Araújo, de 33, que mora em Taboão da Serra; Michele Maria da Silva, de 28 e Talita da Mata Lima, de 22, moradoras de São Paulo.

 

Araújo permaneceu preso na Cadeia Pública de Presidente Venceslau. Michele e Talita foram levadas à Cadeia Pública de Santo Anastácio e Piquerobí, respectivamente. Os três foram autuados em flagrante por formação de quadrilha. O menor ficou à disposição do Conselho Tutelar de Presidente Venceslau.

Mais conteúdo sobre:
aeromodeloPresidente Venceslau

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.