Advogado suspeito de molestar estudante dentro do metrô é solto

Walter Cordeiro foi desligado da função de corregedor, que ocupava desde fevereiro de 2002

Solange Spigliatti, do estadão.com.br,

18 Outubro 2011 | 12h59

SÃO PAULO - O advogado Walter Dias Cordeiro Júnior, de 46 anos, acusado de molestar uma estudante de 21 anos dentro de um vagão do metrô, na última sexta-feira, 14, foi solto da carceragem do 31º Distrito Policial, na Vila Carrão, zona leste. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele pagou uma fiança e foi liberado na noite de segunda-feira, 17. A SSP não soube informar o valor da fiança.

Ele foi desligado da função de corregedor, que ocupava desde fevereiro de 2002, segundo a Corregedoria Geral da Administração, órgão vinculado à Casa Civil em São Paulo. De acordo com a Corregedoria, Walter é oficial administrativo do Departamento de Estradas e Rodagem (DER) desde 24 de janeiro de 1987, tendo ingressado por meio de concurso público.

Mais conteúdo sobre:
corregedor advogado fiança solto metrô

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.