Advogado gay é agredido e ofendido em bar no Itaim Bibi

Vítima relatou à polícia que estava com o namorado e um grupo de amigos quando foi agredido e ofendido por outro cliente

O Estado de S. Paulo

25 Junho 2016 | 20h22

SÃO PAULO - Um advogado gay foi agredido em um bar localizado na Rua Jerônimo da Veiga, no Itaim Bibi, na zona oeste de São Paulo, na noite desta sexta-feira, 25, por outro cliente, um empresário. À polícia, a vítima afirmou que estava com o seu namorado e um grupo de amigos quando passou a ser agredido e ofendido por palavrões de cunho homofóbico como “bicha, viado, casal gay”.

A Polícia Militar foi chamada e localizou o agressor ainda no bar. Ele afirmou que a discussão começou por causa do uso do karaokê do bar e que a vítima teria apontado o dedo contra o seu rosto. Ele justificou a agressão afirmando que queria apenas se defender.

O caso foi registrado no 14º DP (Pinheiros) como injúria real e lesão corporal. A vítima passou por exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). O agressor foi liberado após se comprometer a se apresentar na Justiça.

O delegado encaminhou o caso para o Juizado Especial Criminal (Jecrim). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.