Advogado encontrado morto com o filho deixou carta

Os corpos foram encontrados pela faxineira na quarta-feira, depois de a mãe ter dado queixa à polícia

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias,

23 Abril 2009 | 15h28

dvogado Renato Ventura Ribeiro, de 39 anos, encontrado morto ao lado do filho, de 5 anos, escreveu uma carta indicando que  já vinha preparando o assassinato do menino e a própria morte há algum tempo, segundo informações do delegado Virgílio Guerreiro Neto, do 16º Distrito Policial.  

 

O caso aconteceu no feriado prolongado de Tiradentes, na zona sul de São Paulo.

 

Os corpos foram encontrados pela faxineira na quarta-feira, 22. Ainda segundo o delegado responsável pelas investigações, "pelo que foi apurado até agora, tudo leva a crer que foi premeditado, mas as testemunhas continuarão a ser ouvidas".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.