Advogado de Mizael entra com pedido de habeas corpus nesta manhã

Defesa do ex-namorado de Mércia Nakashima diz que ele não vai se apresentar, mesmo com o pedido de habeas corpus aceito; resultado pode sair ainda nesta quarta-feira

Solange Spigliatti, do estadão.com.br,

04 Agosto 2010 | 10h04

SÃO PAULO - O advogado de Mizael Bispo de Souza, Samir Haddad Junior, já estava a caminho do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), no centro da capital, por volta das 9h30 desta quarta-feira, 4, para entrar com o pedido de habeas corpus para seu cliente.

 

A prisão preventiva do Policial Militar aposentado foi decretada nesta terça-feira, 3. Ele é acusado de envolvimento no assassinato da ex-namorada Mércia Nakashima, encontrada morta no dia 11 de junho em uma represa em Nazaré Paulista, no interior de São Paulo.

 

Segundo Samir, Mizael, que estava no interior de São Paulo nestes últimos dias, deve chegar à capital paulista ainda hoje, aguardando o julgamento do pedido de habeas corpus, que espera sair ainda no fim desta tarde. "Ele estava muito nervoso com a decretação da prisão e não me disse direito onde estava. Sei que era no interior de São Paulo", garante.

 

A defesa espera que o pedido de habeas corpus contra o mandado de prisão seja aceito e, mesmo com a decisão positiva, garante que Mizael não vai se apresentar. "Isso é um direito dele, independente se ele é culpado ou não. Só aceito uma decisão da Justiça de Nazaré Paulista, onde aconteceu a morte", explica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.