Adutora estoura, água invade casas e abastecimento é afetado na Grande SP

Seis casas foram invadidas pela água e moradores de uma delas estão acomodados em um hotel

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

21 Julho 2011 | 04h36

SÃO PAULO - Diversos bairros das cidades de Caieiras, Francisco Morato e Franco da Rocha, região noroeste da Grande São Paulo, estão sem água desde a noite de quarta-feira, 20, em razão do estouro de uma adutora, ocorrido às 19h45, em frente na Rua São Vicente, no Jardim Caieiras, em Caieiras.

 

O ramal da tubulação afetado pelo rompimento teve a água cortada. Técnicos da Sabesp estão no local e iniciaram o trabalho de reparo. A previsão da companhia é que o conserto fique pronto até o final da tarde desta quinta-feira, 21. Após o restabelecimento da tubulação, o abastecimento será retomado.

 

Pelo menos seis residências foram invadidas pela água  após o rompimento da tubulação, de 60 centímetros de diâmetro, considerada de médio porte pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). A água, misturada com lama, inundou os imóveis.

 

Dois muros caíram e a edícula de uma das residências também foi comprometida segundo os moradores. A Sabesp informou que apenas uma das famílias afetadas teve que ser acomodada pela empresa em um hotel pois não tinha como se deslocar para casas de parentes ou amigos. 

 

Segundo a Sabesp, essa tubulação não atende Caieiras e leva água diretamente para Franco da Rocha e Francisco Morato, porém os moradores da rua afirmam que, com o fechamento do registro que libera a água do encanamento rompido, as casas ao lado ficaram sem água também.

 

Atualizada às 12h

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.