Adutora deve ser reparada até o fim do dia, segundo a Sabesp

Apenas uma faixa continua interditada para o tráfego; cerca de 50 mil moradores estão sem abastecimento de água

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

12 de maio de 2010 | 07h44

 

 

As equipes da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) devem terminar o trabalho de reparos da adutora no final da tarde desta quarta-feira, 12, segundo previsão inicial da empresa.

 

Veja também:

blog Acompanhe a situação do trânsito em São Paulo

 

O rompimento da adutora de 500 milímetros de diâmetro, ocorrido por volta das 6h30 de hoje, aconteceu na altura do número 700 da Avenida M'Boi Mirim, região de Campo Limpo, interditando totalmente a via por quase duas horas. No momento, apenas uma pista continua interditada, na faixa da direita.  

 

Mesmo assim, os motoristas devem evitar trafegar pela região da e podem fazer um desvio pelas estradas de Guarapiranga, Baronesa e Guavirutuba, nos dois sentidos. 

 

O fornecimento de água foi interrompido para cerca de 50 mil moradores dos bairros Largo de Piraporinha, Jardim das Flores e Guarapiranga e não para 100 mil, como foi divulgado pela empresa anteriormente.

 

Texto atualizado às 10h55.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.