Adolescente tenta matar filha de 8 meses esganada em SP

Jovem teria começado a agredir criança após mãe da menina ter recusado dar dinheiro para compar drogas

Chico Siqueira, especial para O Estado de S.Paulo

10 de junho de 2008 | 16h15

Um adolescente de 15 anos foi detido por vizinhos quando esganava a filha de oito meses, na noite de segunda-feira, 9, no Jardim das Oliveiras, em São José do Rio Preto, a 440 quilômetros de São Paulo. O rapaz só não matou a filha porque vizinhos e transeuntes ouviram os pedidos de socorro da mãe da criança, Viviane Faria de Araújo, de 25 anos. A criança recebeu cuidados médicos e depois foi entregue à mãe.   A criança ficou com hematomas no corpo (braços, pescoço e orelhas), mas passa bem. O rapaz pretendia estrangular a filha para punir Viviane, que não queria reatar o relacionamento e não dar dinheiro para ele comprar entorpecentes. Levado à Delegacia de Investigações Gerais (DIG), o menor confessou que pretendia mesmo matar a filha.   Viviane disse que, se não fossem os vizinhos, o adolescente teria conseguido cometer o crime. A mãe do adolescente disse que o filho ameaçara, horas antes, matar a netinha, caso não recebesse dinheiro para comprar drogas. "Ele já me ameaçou várias vezes", contou a dona de casa, que não quis ser identificada. Ela disse que tentou internar o filho por várias vezes, mas não conseguiu vagas em casas de recuperação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.