Adolescente suspeito de pilotar jet ski que matou criança em Bertioga deve depor hoje

Testemunhas dizem que garoto dirigia máquina; advogado da família afirma que ele apenas ligou veículo, que saiu desgovernado

Solange Spigliatti, estadão.com.br

23 de fevereiro de 2012 | 10h11

A polícia deve ouvir nesta quinta-feira, 23, o adolescente suspeito pilotar o jet ski que matou uma criança em Bertioga, no litoral sul de São Paulo, no último sábado, 18.

Na parte da manhã, entre as 10h30 e 11h, os pais de Grazielly Almeida Lames, de 3 anos, deverão ser ouvidos pelo delegado Maurício Barbosa Junior.

O depoimento do adolescente de 14 anos é esperado para começara às 15 h. Ao menos oito testemunhas serão ouvidas.

Atropelamento. No final da tarde do sábado, Grazielly brincava na areia da praia de Guaratuba quando foi atingida na cabeça pelo jet ski desgovernado. Segundo banhistas, o adolescente pilotava o jet ski  quando atingiu a criança.

Mais conteúdo sobre:
jet ski, acidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.