Adolescente morre ao tirar cabeça para fora de ônibus

Veículo faz o transporte de estudantes da região de Cidade Tiradentes

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

29 Outubro 2010 | 03h19

SÃO PAULO - O estudante C. R. S., de 13 anos, morreu, no início da noite de quinta-feira, 28, quando retornava para casa, ao ter a cabeça prensada entre um poste e o ônibus em que estava, na altura do nº 456 da Rua José Mascarenhas, na Vila Aricanduva, zona leste de São Paulo.

 

Segundo policiais da 3ª Companhia do 8º Batalhão, que ainda encaminharam a vítima ao pronto-socorro do Tatuapé, o adolescente, morador de Cidade Tiradentes, no extremo leste da capital, estava sentado num dos últimos bancos do ônibus e resolveu tirar parte do corpo para fora do coletivo.

 

No momento em que o motorista saiu com o veículo, jogando a dianteira para o meio da rua, a traseira passou rente ao poste, imprensando a cabeça da vítima. O ônibus, segundo os policiais, faz o transporte de estudantes da região de Cidade Tiradentes. O caso foi registrado no 21º Distrito Policial, de Vila Matilde, como acidente de trânsito com vítima.

 

Nazaré Paulista. Na última sexta-feira, 22, um menino de 11 anos também morreu após ter a cabeça atingida por um poste enquanto era transportado em um ônibus escolar em Nazaré Paulista, município vizinho à região leste da Grande São Paulo.

 

O garoto retornava de uma escola da rede pública, no bairro Vicente Nunes, na companhia de outros 27 alunos e quatro adultos. Ao colocar o corpo para fora, bateu a cabeça contra poste, morrendo no local.

 

Em depoimento à Polícia Civil, o motorista disse que desviou de um carro que estava parado de um lado da pista, o que fez com que o veículo passasse rente ao poste.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.