Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Adolescente esfaqueado no Metrô está estável, diz Santa Casa

Agressor foi detido por seguranças e reconhecido por testemunhas

O Estado de S.Paulo

16 Agosto 2017 | 10h38

SÃO PAULO - O adolescente de 15 anos que foi esfaqueado na estação Sé, da Linha 3 - Vermelha do Metrô na noite de ontem já realizou cirurgia, está estável e em observação médica. É o que informa o parecer médico mais atualizado da Santa Casa, onde ele havia sido internado.

O agressor, Everton Lima dos Santos, de 34 anos, foi detido por seguranças metroviários e, mais tarde, foi reconhecido por testemunhas. Ele foi indiciado por tentativa de homicídio com agravante de motivo torpe. 

O ataque causou tumulto na Sé. "Depois de esfaquear, ele (agressor) correu pela plataforma. Ele pulou no trilho para tentar ir para outro lado. Mas os seguranças o pegaram", contou uma testemunha, que prestou depoimento na Delegacia do Metropolitano, na Barra Funda, zona oeste. 

Leia também: Adolescente é esfaqueado dentro de vagão do Metrô na Sé

A testemunha contou também que Santos tentava puxar o adolescente, que estava acompanhado de um irmão, para fora do vagão. "O menino disse que não iria sair, mas o cara insistia. Até que o menino deu um tapa no cara para ele parar de puxar", conta. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.