Adolescente é morto durante abordagem da Guarda Civil em Itapecerica da Serra

Um estudante de 16 anos foi morto durante uma abordagem da Guarda Civil Municipal de Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo, anteontem à noite. Segundo a polícia, o garoto foi vítima de um tiro acidental após tentar segurar a arma de um dos guardas.

O Estado de S.Paulo

07 Janeiro 2013 | 02h38

O jovem foi parado na Avenida Soldado PM Gilberto Agostinho, no Jardim Cinira, no início da noite. Segundo os guardas, o adolescente estava acompanhado de outras seis pessoas. Durante a abordagem, de acordo com a versão apresentada pelos guardas, a vítima tentou segurar a arma de um deles.

A bala acertou o peito do estudante, que foi socorrido pelos próprios GCMs. Ele foi levado ao hospital da cidade, onde morreu. O guarda se apresentou na delegacia. Ele responderá, em liberdade, a um inquérito de homicídio culposo. Seu revólver calibre 38 foi apreendido.

A família da vítima não acreditou na versão dos policiais e fez um protesto na frente da delegacia ontem à noite.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.