Adolescente desaparece em excursão em praia do Guarujá

Garoto de 16 anos se separou do grupo com amigo e entrou no mar; colega foi resgatado por moradores

Rejane Lima, O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2008 | 16h54

Um adolescente de 16 anos desapareceu nesta terça-feira, 11, pela manhã no mar da Praia Branca, no Guarujá, Baixada Santista. Ele mora em Santos e foi até o local com uma excursão da escola. O Corpo de Bombeiros informou que o jovem e um colega de 15 anos separaram-se do grupo de 48 alunos, sem que ninguém percebesse, e entraram no mar. "Não era uma excursão com motivo recreativo, vieram para estudar a vegetação, tanto que estavam com o professor de Ciências", disse o tenente do Corpo de Bombeiros João Batista Rapaci. Eles estudavam na escola estadual Neves Prado Monteiro, na zona noroeste, em Santos. Os moradores da praia conseguiram resgatar um dos meninos. A Praia Branca fica na reserva da Serra do Guararu, próxima da divisa com Bertioga. O tenente informou que o local é de difícil acesso e apesar de ter o mar agitado, não tem salva-vidas por ser pouco freqüentado. "A ocorrência foi às 10h50 e o bote chegou 15 minutos depois", informou. Seis homens, duas embarcações e uma viatura trabalham nas buscas, que deverão continuar até o anoitecer. Segundo Rapaci, o mar está agitado e a previsão é que as condições ainda piorem, dificultando o trabalho dos bombeiros.

Tudo o que sabemos sobre:
GuarujáCorpo de Bombeirosafogamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.