Adiado julgamento de recurso de réus do caso Mércia

Decisão deve sair na próxima quarta, 16; Mizael Bispo de Souza é o principal suspeito da morte da advogada e teve sua prisão decretada pela Justiça

Solange Spigliatti, Central de Notícias

09 Fevereiro 2011 | 15h11

SÃO PAULO - O julgamento do recurso contra a prisão do advogado e ex-policial militar Mizael Bispo de Souza, acusado de matar a ex-namorada e também advogada Mércia Nakashima, e do vigia Evandro Bezerra da Silva, suspeito de envolvimento no crime, foi adiado, de acordo com informações do Tribunal de Justiça (TJ-SP). Segundo o órgão, o julgamento deve ser retomado na próxima quarta-feira, dia 16.

Três desembargadores do TJ-SP chegaram a se reunir nesta quarta-feira, 9, para julgar o recurso, mas, logo após o início, o desembargador Breno Guimarães pediu vistas do processo para análise. Mizael Bispo de Souza, de 40 anos, é o principal suspeito da morte de Mércia e teve sua prisão decretada pela Justiça. Ele está foragido.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.