Adiada, pela segunda vez, abertura da Jacu-Pêssego

Trabalhadores ainda instalam os postes de luz do trecho entre o ABC paulista e a zona[br]leste de São Paulo

, O Estado de S.Paulo

02 de outubro de 2010 | 00h00

Anunciada para ontem pelo governador Alberto Goldman (PSDB), a inauguração do prolongamento da Avenida Jacu-Pêssego até o Trecho Sul do Rodoanel não ocorreu por conta da falta de iluminação na pista. A liberação do tráfego na via deve ocorrer nas "próximas semanas", segundo a Secretaria Estadual de Transportes.

Após vistoria, Goldman justificou o cancelamento: "Nós temos aqui alguns trechos de iluminação que estão sendo feitos. Há caminhões pela pista fazendo ainda a instalação dessa iluminação, então não é conveniente abrir a pista, para prevenir qualquer tipo de acidente. Vamos deixar tudo arrumadinho, para abrir na semana que vem, se for possível. Se não for possível, nas próximas."

O consórcio contratado para executar a obra tem até março de 2011 para entregá-la. A secretaria prevê a circulação de 40 mil veículos por dia (6 mil deles caminhões) no novo trecho, que formará um minianel, interligando o sul ao leste da Região Metropolitana de São Paulo, entre a Rodovia Ayrton Senna e o ABC paulista, sem passar pelo centro da capital paulista.

Inicialmente, a inauguração estava marcada para sábado passado, mas foi adiada justamente por causa da falta de luz. O consórcio que executa a obra tem prazo contratual para terminar o trabalho até março do ano que vem. A obra começou em junho de 2009 e custou R$ 1,9 bilhão.

Antes desse último adiamento, o governador havia dito que não tinha como não abrir a pista. "Você está com a avenida pronta, terminada. Se a gente não abre, o pessoal abre na marra", disse Goldman. O prolongamento da avenida se arrasta desde 1996, quando o então prefeito Paulo Maluf inaugurou o primeiro trecho da Jacu-Pêssego.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.