Acusados não podem mais exercer profissão

A 4.ª Vara Criminal do Rio recebeu ontem denúncia contra três acusados pelo acidente com um brinquedo no parque de diversões Glória Center, em Vargem Grande, zona oeste da cidade, que matou duas pessoas e feriu dez, em 14 de agosto. Leandro Ribeiro e Maria da Glória Pinto, donos do parque, e o engenheiro Luiz Soares Santiago vão responder por duplo homicídio qualificado por motivo torpe e lesão corporal. Leandro e Maria estão proibidos de atuar no ramo de diversões públicas e Santiago não pode expedir laudo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.