Acusado por morte de juíza será julgado terça

O juiz do 3.º Tribunal do Júri de Niterói Peterson Barroso Simão preside nesta terça-feira, a partir das 8 horas, o julgamento do policial militar Carlos Adílio Maciel Santos, um dos acusados pelo assassinato, em 11 de agosto de 2011, da juíza Patricia Acioli, em Piratininga, Niterói, Região Metropolitana do Rio. O réu responde por homicídio triplamente qualificado e formação de quadrilha. Carlos Adílio estava preso quando ocorreu o crime pelo desvio das munições do 7.º Batalhão de Policial Militar, mas teria participado do plano para matar a juíza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.