Acusado de matar estudante, adolescente se entrega à Justiça

Suspeito havia escapado à operação feita pela polícia para prendê-lo em casa

10 de abril de 2013 | 21h05

Um adolescente de 17 anos seria o responsável pelo assassinato do estudante Victor Hugo Deppman, de 19 anos, ocorrido ontem à noite, a 200 metros do metro Belém, na zona leste de São Paulo. O acusado foi identificado às 11 horas de hoje. A Polícia Civil tentou capturá-lo na Favela Nelson Cruz, próxima de onde ocorreu o crime, mas o suspeito fugiu quando os policiais chegaram em sua casa. Em seguida, o adolescente telefonou para a mãe e, com ela, apresentou-se à unidade da Fundação Casa, na Rua Piratininga, no Brás, na zona leste. Ele já havia sido apreendido anteriormente sob a acusação de ter praticado outro roubo.

 

Imagens gravadas por um sistema de vídeo na rua em que o estudante morava mostram que Victor Hugo foi morto com um tiro à queima-roupa disparado pelo acusado. A vítima foi abordada pelo bandido, que puxou as alças da mochila do estudante sem, no entanto, conseguir retirá-la. Exigiu então o celular de Victor Hugo, que o entregou sem reagir. Mesmo assim, o assaltante atirou em sua cabeça, fugindo em seguida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.