Acusado de matar Eloá deve ser interrogado hoje em em Tremembé (SP)

Em abril, testemunhas do caso foram ouvidas e ainda resta decidir se o acusado irá a júri popular

Priscila Trindade, estadão.com.br

17 de junho de 2011 | 09h06

SÃO PAULO - Lindemberg Alves Fernandes, acusado de matar a tiros a ex-namorada Eloá Pimentel, em 2008, deve ser interrogado na tarde desta sexta-feira, 17, no Fórum de Tremembé, no Vale do Paraíba, no interior paulista. A Justiça de Santo André, município da Grande São Paulo onde o crime ocorreu, determinou que o acusado seja ouvido em Tremembé devido à facilidade de locomoção do réu.

 

A imprensa não poderá acompanhar o interrogatório. A sessão está prevista para começar por volta das 14 horas, segundo informou o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP). Em abril deste ano, testemunhas do caso foram ouvidas. Ainda resta decidir se o acusado irá a júri popular.

Em 2008, Lindemberg invadiu a casa da ex-namorada e manteve Eloá e outras pessoas reféns. Eloá foi baleada duas vezes. Lindemberg responde pelo homicídio da ex-namorada, pela tentativa de homicídio de Nayara Silva e do sargento Atos Valeriano e pelo sequestro e cárcere privado de menores de 18 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.