Acusado de integrar milícia foge de batalhão

Apontado como um dos mais perigosos integrantes da milícia Liga da Justiça, o ex-policial militar Carlos Ary Ribeiro, o Carlão, fugiu na madrugada de ontem do Batalhão Especial Prisional menos de 24 horas após o início da Operação Pandora, deflagrada por Polícia Civil e Ministério Público do Rio contra a milícia. A Corregedoria da PM instaurou inquérito e determinou a prisão do oficial do dia, considerado conivente com a fuga. Carlão foi um dos 18 denunciados na quinta-feira por formação de quadrilha armada.

, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.