Divulgação
Divulgação

Acordo vai liberar 740 vagas da Alesp para visitantes do Ibirapuera

Termo de cooperação vale até 6 de janeiro; objetivo é facilitar ida ao parque durante as comemorações do Natal e Ano Novo

Alexandre Hisayasu, O Estado de S. Paulo

24 Novembro 2015 | 23h47

O prefeito Fernando Haddad (PT) e o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), deputado Fernando Capez (PSDB) assinaram nesta terça-feira, 24, um termo de cooperação que vai liberar as 740 vagas do estacionamento do parlamento paulista para os frequentadores do Parque do Ibirapuera e também do entorno. 

O plano vai funcionar do dia 28 de novembro até 6 de janeiro de 2016, das 8h à 0h, e tem o objetivo principal de facilitar a vida de quem for até o parque durante as comemorações do Natal e Ano Novo. 

Segundo Capez, a parceria vai aumentar as iniciativas culturais da Assembleia e a utilização do seu espaço interno pela população, como um centro cultural e de lazer. "A iniciativa é aumentar o acesso das pessoas e oferecer a elas um espaço de cultura, com exposições, por exemplo, além do próprio Parque do Ibirapuera".

Para Haddad, "por muito tempo as pessoas que vem visitar o parque e ver árvore de Natal acabam passando por uma situação de desconforto que vai diminuir bastante. E o fato de transformar a Assembleia também em um centro cultural representa um ganho enorme para a cidade", afirmou o prefeito.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.