Acordo permite a advogados tirar visto mais rápido para os EUA

Advogados e estagiários de Direito inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo e seus familiares poderão tirar visto para os Estados Unidos com mais rapidez, em uma unidade de atendimento que funcionará no centro de São Paulo, segundo Assessoria de Imprensa do órgão. A facilidade está prevista em um termo de cooperação firmado anteontem entre a OAB-SP, a Caixa de Assistência dos Advogados de São Paulo e o Consulado americano.

, O Estado de S.Paulo

21 de maio de 2010 | 00h00

A previsão é que o posto funcione no prédio da Caixa de Assistência, na Rua Benjamin Constant,75. De acordo com Michael Solberg, chefe da unidade de vistos do Consulado, o objetivo é orientar os advogados, tirar dúvidas e facilitar o processo de emissão do visto. Somente a entrevista terá de ser feita no Consulado. Para obter o visto, é preciso ter um passaporte válido por pelo menos seis meses e apresentar foto 5x5 e 5x7 recente, além do comprovante de pagamento da taxa de solicitação (US$ 131).

Segundo David Meron, chefe da Secção Consular, o objetivo do consulado é melhorar o atendimento a entidades, além de manter o trabalho ao lado de agências de viagem, despachantes e a Câmara de Comércio Estados Unidos-Brasil para agilizar a obtenção do visto.

De acordo com a OAB de São Paulo, a intenção é ampliar as parcerias com o consulado. Para isso, o órgão colocou-se à disposição de estudantes americanos.

Custo

R$ 38

é a taxa de agendamento cobrada pela entrevista no consulado norte-americano para a emissão do visto. Ela deve ser paga no site www.visto-eua.com.br com cartão de crédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.