Acordo diminui barulho e evita processo

As representações de moradores que se tornam processos judiciais têm diminuído, segundo os promotores do Ministério Público Estadual. "Muitos templos acionados por vizinhos colocaram isolamento acústico e entraram em acordo com os vizinhos", disse Ismael Lutti, da Promotoria de Meio Ambiente.

, O Estado de S.Paulo

03 de maio de 2010 | 00h00

Moradora de Moema, a empresária Elaine Martins, de 39 anos, elogia o fato de a Igreja Universal, da Alameda dos Maracatins, ter reforçado o isolamento acústico no início do ano. "Os pastores nos procuraram para dizer que iriam fazer de tudo para diminuir o barulho."/ D.Z.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.