Acidentes e chuva causam lentidão na marginal e no Metrô

Ambos os sentidos da via estavam com trânsito comprometido; Metrô está 20% mais lento

Solange Spigliatti, estadao.com.br

11 Dezembro 2008 | 07h41

Um acidente envolvendo duas carretas e um automóvel e um caminhão quebrado causaram um grande congestionamento por volta das 7 horas desta quinta-feira, 11, nas pistas dos dois sentidos da Marginal do Tietê.  Veja também:Como o trânsito parou SP e números da frota Dossiê Estado: os números do trânsito em SP  Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua   Josélia Pegorim comenta a previsão do tempo  A previsão do tempo para a sua cidade    No sentido Ayrton Senna, duas carretas e um carro bateram, próximo à Ponte da Freguesia do Ó, por volta das 5h45. O motorista de uma das carretas fugiu e a outra já foi removida ao acostamento, mas deixava lentidão de mais de sete quilômetros. Ninguém ficou ferido. No outro sentido, um caminhão quebrado na Ponte do Piqueri também deixava mais de sete quilômetros de trânsito parado nas duas pistas da via. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 7h31 forma registrados 77 quilômetros de congestionamentos. Metrô Em razão da chuva que cai nesta manhã na capital paulista, em alguns trechos da linha férrea que ficam a céu aberto, a circulação de trens, por medida de segurança, sofre alteração com redução em cerca de 20% na velocidade das composições. Isso ocorre no trecho leste da linha vermelha (Itaquera/Barra Funda); no trecho norte da linha azul (Jabaquara/Tucuruvi); no trecho entre as estações Chácara Klabin e Alto do Ipiranga, na linha verde, e em toda linha lilás (Capão Redondo/Largo Treze). Como conseqüência normal, o acúmulo de passageiros é maior nas plataformas das estações localizadas nestes trechos.

Mais conteúdo sobre:
transitoSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.