Acidentes causam lentidão na capital paulista nesta sexta-feira

Congestionamento em São Paulo chega a 90 quilômetros na manhã desta sexta-feira; na Régis Bittencourt, no sentido para Curitiba, o tombamento de um caminhão interdita a pista

Julia Baptista, do estadão.com.br,

10 Setembro 2010 | 09h26

SÃO PAULO - A capital paulista tinha 90 quilômetros de vias congestionadas por volta das 9 horas desta sexta-feira, 10, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A zona sul era o pior trecho, com 37 quilômetros de morosidade.

 

blog Acompanhe a situação do trânsito em SP

 

Uma colisão entre dois carros deixou duas faixas da esquerda da rua Oscar Freire, na região central de São Paulo, interditadas até por volta das 8h30. Ninguém ficou ferido.

 

Mais cedo, um acidente envolvendo um carro e uma moto na Avenida 23 de Maio, na zona sul, causava 5,8 km de lentidão no Corredor Norte-Sul, no sentido Santana, próximo ao viaduto Paraíso. A morosidade vai do viaduto João Julião da Costa Aguiar até o Viaduto Paraíso.

 

Régis Bittencourt

 

O motorista deve evitar seguir viagem à capital paranaense nesta manhã de sexta-feira, 10. A pista sentido Curitiba da rodovia Régis Bittencourt está parcialmente bloqueada desde as 16h30 de quinta-feira, 9, no quilômetro 39, em Campina Grande do Sul (PR), região metropolitana de Curitiba, em razão do tombamento de um caminhão-baú que transportava tambores contendo graxa e óleo de motor.

 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo pegou fogo e houve derramamento de carga. O motorista ficou ferido, continua internado, mas já está fora de perigo. O tráfego flui apenas pelo acostamento.

 

A Polícia Rodoviária informou que só irá liberar a pista para o tráfego quando não houver mais risco ao motorista. Uma empresa especializada neste tipo de limpeza de via trabalha no local, mas não há previsão de liberação, pois qualquer resquício de graxa ou óleo pode causar acidentes graves no trecho.

Mais conteúdo sobre:
São Paulotrânsitoacidentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.