Acidente mata universitárias de 18 e 19 anos no interior de SP

Outro colega das jovens se machucou e continua internado; carro capotou várias vezes em rodovia na região de Flora Rica

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

02 de outubro de 2016 | 12h40

SOROCABA – Duas estudantes de Direito morreram em acidente, no sábado, 1º, quando o carro em que viajavam despencou numa ribanceira, na rodovia Júlio Budinski (SP-501), em Flora Rica, interior de São Paulo. As jovens Gabriela Maria Tovani, de 18 anos, e Aline Yukaren Nakamura, de 19, eram alunas do Centro Universitário Toledo, em Presidente Prudente. O veículo era dirigido pelo colega de classe delas, Arthur Yuji Katano, de 18 anos. Ele se feriu e continuava internado, neste domingo, 2, no Hospital Iamada, em Prudente.

De acordo com a Polícia Civil, os estudantes eram de Irapuru e seguiam para a universidade quando aconteceu o acidente. O carro saiu da pista no km 61 da rodovia, caiu de um barranco de cinco metros e capotou várias vezes, parando num canavial. Uma das jovens foi lançada para fora do carro e a outra ficou presa nas ferragens. O condutor conseguiu sair do veículo e foi até a rodovia pedir socorro. 

O serviço de resgate do Corpo de Bombeiros levou as estudantes para o Pronto-Socorro de Junqueirópolis, mas elas não resistiram à gravidade dos ferimentos. Katano foi levado para o hospital de Presidente Prudente. Uma perícia vai apurar as causas do acidente. O Centro Universitário emitiu nota de pesar e luto pelas mortes das alunas.

Os corpos foram velados em Irapuru, num clima de comoção. O corpo de Aline foi sepultado às 8 horas deste domingo no Cemitério de Pacaembu, e o de Gabriela, às 9 horas, em Irapuru.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.