Acidente de moto deixa um morto na Avenida Rubem Berta

Trânsito no Corredor Norte-Sul ficou complicada por conta da colisão; São Paulo tinha 132 km de lentidão

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

10 de junho de 2008 | 19h50

Um motoqueiro morreu na noite desta terça-feira, 10, após colisão contra um carro na Avenida Rubem Berta, sentido Santana, junto à Avenida Onze de Junho. De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o acidente aconteceu por volta das 18h30 e os veículos bloqueavam totalmente a via, complicando o trânsito na região. VEJA TAMBÉMAcompanhe a situação do trânsito rua-a-rua  Entenda como o trânsito fez São Paulo parar  Às 19 horas, a CET registrava 132 quilômetros de lentidão em toda a cidade, por conta do excesso de veículos. O índice corresponde a 15,8% dos 835 quilômetros monitorados. No mesmo horário, o pior trecho estava na pista expressa da Marginal do Tietê, sentido Lapa-Penha, onde o engarrafamento era de 14 quilômetros, desde a Rodovia Castelo Branco até a Rua Azurita. Ainda neste sentido, mas pela via local da Marginal do Tietê, havia retenções em 10,8 quilômetros, desde a Rodovia Castelo Branco até Ponte da Casa Verde.  Já no Corredor Norte-Sul, formado pelas avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães, sentido Santana, a morosidade era de 8,7 quilômetros, desde o Viaduto João Julião da Costa Aguiar até a Praça da Bandeira.

Tudo o que sabemos sobre:
trânsitoacidentelentidão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.