Hélvio Romero/AE
Hélvio Romero/AE

Acidente da TAM completa 2 anos e parentes se reúnem em SP

Ainda não está definido como será recuperada a área do acidente ao lado do Aeroporto de Congonhas

Agência Brasil,

17 de julho de 2009 | 11h47

O acidente com o Airbus A320 da TAM completa 2 anos nesta sexta-feira, 17. Em 2007, a aeronave da empresa atravessou a pista do Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital, e se chocou contra um prédio da empresa, provocando a morte de 199 pessoas. Até o domingo, parentes das vítimas do voo 3054 se reúnem em São Paulo para lembrar a data.

 

Veja também:

linkO que mudou e o que não mudou 

linkOs registros das câmeras de segurança icone

linkOs nomes e as histórias das vítimas 

linkFamiliares entregam projeto de memorial 

linkTudo o que já foi publicado sobre a tragédia  

 

Dois anos após o acidente, ainda não está definido como (e quando) será recuperada a área do acidente, ao lado do Aeroporto de Congonhas. Vizinhos já temem o abandono do terreno. Os familiares das vítimas aguardam definição da Prefeitura.

 

E o governo municipal ainda espera, na Justiça, a emissão dos direitos de posse sobre quatro casas e um terreno, onde havia um posto de combustíveis, ao lado do edifício da TAM. A desapropriação se arrasta desde agosto de 2007. A Secretaria Municipal de Governo analisa pelo menos dois projetos para dar uso ao local - uma praça e um memorial.

 

No encontro entre os parentes das vítimas, serão realizadas diversos eventos. Nesta sexta, das 17h às 18h, haverá um ato público no Aeroporto de Congonhas. Em seguida, os parentes promovem o ato ecumênico Celebração à Vida - Homenagem às Vítimas do Acidente do Voo TAM, no local do acidente, em frente à pista do aeroporto, onde será construído um memorial.

 

O encontro é promovido pela Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo TAM JJ 3054

 

(Daniel Gonzales, Jornal da Tarde)

Mais conteúdo sobre:
voo 3054acidente da TAM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.