Acervo do Pátio do Colégio agora está na web

Produzidas no século 17, as primeiras edições dos Sermões de padre Antonio Vieira são um dos destaques da coleção

O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2012 | 23h54

O acervo de 20 mil livros, folhetos e manuscritos raros de quase 500 anos do Pátio do Colégio já está disponível para consultas online. Antes, era necessário ir pessoalmente ao local consultar o que havia na biblioteca. Agora, bastam alguns cliques no site www.pateocollegio.com.br para descobrir o que está guardado no histórico colégio jesuíta onde São Paulo foi fundada.

Inaugurada em 2002, a Biblioteca Padre Antonio Vieira é especializada na história da Companhia de Jesus em São Paulo e também guarda obras de História Geral, Filosofia e Teologia. Um dos destaques do acervo são as primeiras edições dos Sermões de padre Antonio Vieira, do século 17. Outro destaque são os manuscritos descrevendo o trabalho dos jesuítas durante os primeiros anos da cidade de São Paulo, no século 16.

A instituição começou a digitalizar a consulta no banco de dados em novembro e o uniu a outras sete sedes jesuítas de São Paulo, Rio e Goiás. "Digitalizamos as consultas ao perceber a demanda de pesquisadores. Além de facilitar o trabalho, ajudará a divulgar um acervo reunido desde o século 16", explica a historiadora Larissa Maia, uma das responsáveis pela biblioteca. "Um dos documentos mais procurados é o processo de canonização do Beato José de Anchieta. Muitos pesquisadores nos procuram, pessoalmente ou por telefone, para saber se possuímos a documentação. Agora, essa busca pode ser feita totalmente online."

O acervo do Pátio do Colégio também é composto por folhetos de eventos religiosos produzidos a partir do século 19, revistas publicadas pela Companhia de Jesus e fotografias do cotidiano do clero brasileiro e de sua participação em eventos políticos e religiosos do País. / VITOR HUGO BRANDALISE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.