Acelera, fim do mundo!

Acelera, fim do mundo!

O chamado "prótons que o pariu", como ficou popularmente conhecido em 2008 o frustrado experimento de recriação do Big Bang, volta aos debates na próxima terça-feira com a retomada dos trabalhos naquele "acelerador de partículas" enterrado a 100 metros de profundidade na fronteira franco-suíça. Isso quer dizer o seguinte: em cinco dias, o maior mico científico do mundo tentará, de novo, promover colisão de prótons de forma a reproduzir as condições da explosão que deu origem ao universo, sem plano de evacuação da Terra. Tá dando para entender?

Tutty Vasques, O Estadao de S.Paulo

25 Março 2010 | 00h00

Vão ligar aquele troço assustador de novo! Dizem os cientistas que a brincadeira pode durar horas ou alguns dias na busca de um resultado improvável no laboratório instalado em 27 quilômetros de galerias subterrâneas. "É um pouco como disparar agulhas de lados opostos do Atlântico e conseguir que colidam na metade do caminho", diverte-se o físico-chefe Steve Myers com as possibilidades de acerto da coisa. O mais provável é que a engenhoca de US$ 10 bilhões dê pau logo no início da operação, como aconteceu há quase 2 anos, adiando de novo o fim do mundo para uma data ainda sem confirmação. Relaxa, vai!

Zero sal

Após a confirmação do nome de Afif Domingos na chapa de Geraldo Alckmin, o PSDB espera dividir com o vice indicado pelo DEM a fama de chuchu que persegue seu candidato ao governo de SP. O sem sal, no caso, dividirá a cena com o insosso em perfeita harmonia.

Só pensam naquilo

Não está rolando nada entre Eike Batista e a soldado da PM de São Paulo que, dia desses, pediu autógrafo e ganhou até beijo do empresário na porta da Bovespa. Por mais que seja tentador imaginar que ele vá dar o troco na ex-mulher, nem passou por sua cabeça reeditar a história da Luma de Oliveira com aquele capitão do Corpo de Bombeiros. E não se fala mais nisso, ok?

Efeito colateral

Pobre reclama de barriga cheia! O cantor Dicró baixou hospital no Rio com crise de hipertensão após uma temporada só comendo e bebendo do melhor com os bacanas no Fantástico.

Três é demais

A polícia carioca tenta convencer o Flamengo a desistir da contratação de Ronaldinho Gaúcho, assunto que esta semana voltou ao noticiário esportivo. Já basta o trabalho que as delegacias estão tendo com Vagner Love e Adriano.

Campeões de audiência

Só um novo bate-boca daqueles entre os ministros Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa, prometido para as próximas sessões do STF, poderá recuperar a audiência da TV Justiça. Na última vez que eles se enfrentaram ao vivo, em abril de 2009, o canal liderou o noticiário.

Ah, bom!

Ganha força no PSDB a tese de que a visita de Joaquim Roriz a FHC só evidencia o fato de que o ex-presidente é a favor da liberação das drogas em geral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.