WERTHER SANTANA/ESTADÃO
WERTHER SANTANA/ESTADÃO

'Ação da Prefeitura na Cracolândia não foi bem sucedida', diz presidente do PSDB paulistano

Vereador Mário Covas Neto afirmou em evento que operação foi precipitada

Daniel Weterman e Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

27 Maio 2017 | 18h41

SÃO PAULO - Presidente do PSDB paulistano, o vereador Mário Covas Neto criticou nesse sábado, 27, a ação da Prefeitura na região da cracolândia, no centro de São Paulo.

"Sem querer colocar culpas, mas foi uma ação policial e, por isso, os órgão todos que deviam atuar não foram acionados. A Prefeitura não estava preparada para uma ação desse tipo. A ação não foi bem sucedida. Foi precipitado”, disse o tucano ao Estado.

Covas Neto participa nesse sábado de um seminário sobre gestão pública organizado pela Prefeitura de São Paulo e que contou com a participação de João Doria e do governador Geraldo Alckmin. 

A ação policial ocorreu no último domingo, 21, resultando na prisão de traficantes e na dispersão do "fluxo" de usuários de drogas pela região. Segundo monitoramento da Guarda Civil Metropolitana, pelo menos outras 22 aglomerações de dependentes químicos surgiram após a operação, a maior delas na Praça Princesa Isabel.

A gestão João Doria foi criticada nesta semana por ter promovido ações como a demolição de um imóvel na Cracolândia com moradores dentro e por ter solicitado autorização da Justiça para realizar avaliações médicas forçadas em viciados - pedido acatado pelo Judiciário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.