Acadêmicos do Tucuruvi vai à polícia denunciar preconceito contra nordestinos

O presidente da Acadêmicos do Tucuruvi, Hussein Abdol El Selam, o Seo Jamil, prometeu prestar queixa hoje à polícia sobre mais um e-mail discriminando nordestinos e protestando contra o samba-enredo "São Paulo, capital do Nordeste". "É coisa de gente ignorante e preconceituosa. E assina ainda como Paulistano com Orgulho."

, O Estado de S.Paulo

27 Dezembro 2010 | 00h00

A onda discriminatória começou dia 10, com um e-mail para a SP Turis. "Dizia que os nordestinos são nojentos e a escola estaria discriminando os próprios paulistas. "Respondemos que não há nada no samba da Academicos do Tucuruvi que denigra a integridade do paulistano. Pelo contrário", conta o diretor de turismo da SPTuris, Luiz Sales.

Seo Jamil explica que outros e-mails foram ignorados pela escola. Mas dois deles, enviados nos dias 13 e 14 de dezembro, exigiram uma posição mais firme. No dia 17, a diretoria jurídica da Tucuruvi prestou queixa na Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância. "Agora vamos de novo à delegacia", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.