Gabriela Biló / Estadão
Gabriela Biló / Estadão

Acadêmicos do Baixo Augusta reúne 1 milhão no centro de São Paulo

Bloco tocou desde funk até clássicos da MPB na Rua da Consolação, em domingo de pré-carnaval

Bruno Ribeiro, O Estado de S.Paulo

04 Fevereiro 2018 | 20h19

O tempo nublado não se transformou na chuva que se anunciava. Assim, o bloco Acadêmicos do Baixo Augusta reuniu 1 milhão de pessoas na Rua da Consolação, centro de São Paulo, segundo os organizadores, na tarde deste domingo, 4.

+++ Chuveiro de glitter e montanha-russa atraem foliões no Largo da Batata

Dominado pelo público LGBT, a folia se transformou em um desfile de rapazes de fio dental e fantasiados de "Pablo Vittar", alçado à "musa" dessa festa. Mas as meninas também capricharam nas fantasias: além dos já tradicionais unicórnios e sereias, os cocares de índias também foram carro chefe da folia. 

Nos sons, o bloco trouxe desde funk até clássicos da MPB, como "Desde que o Samba é Samba", eternizado por Caetano Veloso.

"Está muito legal. As músicas são boas, a galera é boa, tudo é bom", resumiu a balconista Sheila de Lima, de 25 anos, que foi à folia vestida sem fantasia, apenas com sutiã de praia e shorts jeans.

+++ Veja regiões com bloqueio no trânsito em SP

O desfile começou depois das 17h30, e se arrastou por toda a tarde e começo da noite. 

"Foi melhor do que esperava. A música era eclética, o clima era bom. Dava pra ficar com as meninas, os gays tambem se davam bem", disse o pesquisador Ítalo Alberto, de 23 anos, nascido em Brasília e que vive em São Paulo desde 2015. 

As opções de saída estavam melhores do que o sábado, 3. Com duas estações da Linha 4 e próxima a estações da Linha 2-Verde e 3-Vermelha do Metrô, as filas para embarcar no transporte público estavam grandes, mas toleráveis. "Tá tranquilo. Queria ficar até mais tarde, mas tô com frio", disse a secretária Fernanda De Itália, de 24 anos, no acesso à Estação Higienópolis-Mackenzie, da Linha 4-Amarela do Metrô.

Muitos foliões, entretanto, não deram a festa por encerrada após o fim do desfile. A pedida foram os bares da Praça Roosevelt e a Rua Augusta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.