Abordagem a grupo suspeito termina com um morto e três presos no Grajaú

Quarteto estava em um BMW e, segundo a PM, um dos ocupantes atirou após perseguição

Ricardo Valota, O Estado de S.Paulo,

11 de agosto de 2012 | 04h01

SÃO PAULO - Um suspeito morreu e três foram presos, no final da noite de sexta-feira, 10, em uma suposta troca de tiros entre o grupo, que ocupava um BMW, e policiais militares da Força Tática do 27º Batalhão na Rua Rubens de Oliveira, no Parque Residencial Cocaia, região do Grajaú, na zona sul da capital paulista.

 

Segundo as poucas informações fornecidas pela PM até as 4 horas desta madrugada de sábado, 11, em patrulhamento, os policiais militares desconfiaram dos quatro ocupantes do veículo, que não tem queixa de roubo nem de furto, e realizaram a abordagem. O motorista, segundo os PMs, resolveu acelerar. Durante a perseguição, o BMW foi alcançado e um dos quatro ocupantes teria atirado contra os policiais, que revidaram.

 

Baleado, o suspeito foi encaminhado ao pronto-socorro do Grajaú, onde morreu. Os outros três foram presos. Os policiais chegaram a comunicar o delegado de plantão do 85ºDP, do Jardim Mirna, mas, como se trata de uma suposta resistência seguida de morte, o caso foi registrado e será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.