Abastecimento de água é retomado aos poucos no Pari e Bom Retiro

Corte no abastecimento ocorreu na madrugada de 3ª feira após rompimento de adutora

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

01 de fevereiro de 2012 | 01h35

Atualizado às 5h00

 

SÃO PAULO - Os cerca de 15 mil moradores afetados desde a madrugada de terça-feira, 31, pelo corte no abastecimento de água no Pari e no Bom Retiro, região central de São Paulo, devem ter o fornecimento normalizado somente no decorrer da manhã desta quarta-feira, 1.

 

O corte ocorreu após o rompimento de uma adutora, às 2h15 de ontem, na Rua São Caetano, próximo à Avenida do Estado. A tubulação existente no local possui 60 centímetros de diâmetro, foi feita na década de 1950 e, segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), passou por vistoria em 2011. Os trabalhos de reparo na tubulação terminaram por volta das 3h45 desta madrugada, horário em que os registros foram reabertos e a água liberada.

 

A primeira previsão de conclusão do conserto da tubulação era para as 18 horas de terça-feira; já a segunda apontava para as 2 horas, mas a última estimativa fornecida pela dava como prazo as 4 horas. Mesmo com a abertura dos registros, os imóveis situados nos locais mais altos serão os últimos a terem água de volta às torneiras.

 

Algumas ruas da região onde ocorreu o rompimento da tubulação ficaram alagadas na manhã de ontem. Em nota, a Sabesp pediu desculpas pelos transtornos causados e informou que todas as pessoas que tiveram prejuízos com o incidente serão indenizadas. "A companhia montou uma tenda no local para dar assistência às famílias", diz o comunicado.

Tudo o que sabemos sobre:
Sabespáguaadutoraalagamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.