A vez da Lapa e Barra Funda

Além da liberação de novos empreendimentos na região da Faria Lima, a Prefeitura estuda projeto de lei para lançar títulos no eixo Lapa-Barra Funda, zona oeste da capital, informou o Estado na edição de segunda-feira, dia 15.

O Estado de S.Paulo

21 Abril 2012 | 03h04

O objeto da gestão Kassab é permitir a construção de 16.740 apartamentos e atrair 66,9 mil moradores para espaços ociosos, perto da linha férrea. Se todo esse potencial construtivo for vendido, serão 160 habitantes por hectare em bairros cuja ocupação média atual é de apenas 36 pessoas por hectare.

Esse projeto de lei será apresentado aos vereadores e revisa a Operação Urbana Água Branca, de 1995. A iniciativa quer permitir um adicional de 1,85 milhão de metros quadrados no perímetro de 540 hectares.

A nova cota é três vezes maior do que os 409 mil m² usados em 17 anos. Nesse período, surgiram na região a Universidade 9 de Julho, o Bourbon Shopping e o Condomínio Casa das Caldeiras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.