A partir de 4ª, motorista terá de pagar R$ 2,50 de pedágio no Rodoanel Sul

Vai começar à zero hora da próxima quarta-feira a cobrança de pedágio no Trecho Sul do Rodoanel Mario Covas. A autorização para o início do funcionamento das praças será publicada hoje no Diário Oficial do Estado. Veículos de passeio vão pagar R$ 2,50 e motos, R$ 1,25 - os demais pagam de acordo com a quantidade de eixos dos veículos.

Renato Machado, O Estado de S.Paulo

20 de agosto de 2011 | 00h00

O início da cobrança foi antecipado na tarde de ontem pelo portal estadão.com.br. A Agência Reguladora dos Serviços de Transporte (Artesp) também autorizou para a meia-noite de hoje o início da chamada "operação assistida". Os veículos vão precisar parar nas praças para o teste dos equipamentos, como as cancelas, mas não vão pagar a tarifa.

O Trecho Sul do Rodoanel Mario Covas foi inaugurado em abril do ano passado. A estrada tem 61,3 km de extensão e liga a Rodovia Régis Bittencourt (onde se liga ao Trecho Oeste) e a cidade de Mauá, passando pelas rodovias que descem para a Baixada Santista - Anchieta e Imigrantes.

Esse trecho foi passado para a iniciativa privada em março. O consórcio SPMar venceu a licitação para operá-lo e ainda construir o Leste mas, em contrapartida, poderá explorar o pedágio nas duas áreas. O grupo ofereceu uma redução de 63% no valor máximo de pedágio estabelecido, o que resultou em R$ 2,19. Houve uma atualização pelos índices de inflação para se chegar ao valor atual.

Para começar a cobrança do pedágio, o consórcio precisou realizar uma série de melhorias na rodovia, como a colocação de placas e pinturas de faixas. Uma das reclamações dos moradores é a falta de cabines de telefone de emergência, que devem ser instaladas a cada quilômetro da via até janeiro do ano que vem. A passagem dos cabos que garantem o funcionamento dos aparelhos já está pronta, segundo a Artesp. Por contrato, a concessionária SPMar tem até março para cumprir a meta.

Ainda existem pontos em que há "sombras" no sinal de telefonia celular, o que provoca as falhas. Segundo a concessionária, o problema será resolvido nos próximos três meses com a colocação de cinco novas antenas - atualmente existem nove. O SPMar ressalta que a responsabilidade pela instalação é das empresas de telefonia.

Leste. Nesta semana, começaram as obras do Trecho Leste do Rodoanel. Mas será construído inicialmente apenas 1,5 quilômetro de pista (que inclui a ligação para Mauá), pois só há licença ambiental para as obras do primeiro dos três lotes previstos. O trecho será entregue em 2014. / COLABOROU TIAGO DANTAS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.