À ONU tudo ou nada?

Não é de hoje que a ONU tem sido uma verdadeira mãe para muita gente e, como qualquer mãe, já está acostumada à má-criação até de seus afilhados mais ajuizados. "Não te mete no Iraque, menino!" - ralhou com George W. Bush dias antes da invasão americana em 2003.

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

19 Março 2011 | 00h00

Pra falar a verdade, raramente lhe dão atenção! Não à toa, portanto, ela própria estaria agora achando muito estranho o súbito bom comportamento de Muamar Kadafi.

Em reação ao castigo que lhe tomou o espaço aéreo para brincar de aviãozinho de guerra na Líbia, o menino maluquinho de Trípoli decretou ontem mesmo imediato cessar-fogo, como quem diz "sim senhora", encerra a bagunça que fazia e vai dormir. "Boa noite, mamãe!"

O leitor que é pai decerto desconfia que o grande ditador esteja dissimulando suas verdadeiras intenções para ganhar tempo. Capaz de estar só fingindo que amarelou para, em silêncio, varrer a rebeldia à sua volta sem chamar atenção externa sobre as atrocidades que vinha garganteando nos últimos dias.

Seja como for, só pelo fato de calar o boquirroto, dona ONU está de parabéns!

De volta ao lar

Bill Clinton está apavorado! Também, pudera! A secretária de Estado Hillary Clinton anunciou em entrevista à CNN que vai deixar a vida pública em 2012 para se dedicar à família.

Eu, hein!

Chama-se Neymar o segurança de shopping cujo papel em Insensato Coração é satisfazer o fetiche sexual de moças do núcleo rico da novela, doidas para tomar uma dura de um homem de preto. Estranha homenagem a quem só faz comer a bola, né não?

Mal comparando

Se o DEM fosse uma escola de samba, teria o apoio das coirmãs para apagar o incêndio em seu barracão. É o tipo de solidariedade que não rola entre partidos políticos.

Nada a ver

O fato de estar entre os 140 convidados de Paulo Coelho para a festa de São José, hoje, em Istambul, não prova absolutamente nada contra José Dirceu. E não se fala mais nisso, OK?

Grilo brabo

Uma coisa não sai da cabeça da presidente Dilma: que diabos

Hebe Camargo quis dizer ao defini-la como "uma mulher que, pode não parecer, mas tem uma doçura no jeitinho de falar"?

Ciúme bobo

Lula acusou o golpe! Pediu a Sérgio Cabral que pare com esse negócio de chamar o Obama de "ícone da política internacional"!

Terrorismo ambiental

O que o meio ambiente anda fazendo com o homem ultimamente, francamente, é muito revanchismo, né não?

"Que gracinha?"

A segurança de Barack Obama

já foi alertada: Hebe Camargo vai tentar dar um selinho no presidente americano.

A ordem é baixar o pau!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.