'A negra precisa de padrinho poderoso'

Entre modelos, a questão divide opiniões. "Se o trabalho é para mim, ele será meu. É preciso entender o perfil de profissional que o estilista procura", diz Carmelita Mendes, de 26 anos, que desfilou ontem para Mario Queiroz - dos 22 modelos, 2 eram negros. Já Ana Gomes, de 29, tentou o sucesso dos 13 aos 24. Mas desistiu. "A loira de olho claro mal precisa de indicação para ter trabalho. A negra precisa de um padrinho muito poderoso."

, O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.