HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO
HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO

À espera de Gilberto Gil, bloco Forrozin tem momento 'chuva, suor e cerveja'

Nem a habitual tempestade de verão afastou as pessoas da folia do grupo que preza pela música nordestina

Marcelo Lima, O Estado de S.Paulo

12 Fevereiro 2018 | 14h11

À espera de Gilberto Gil, foliões do bloco Forrozin, da cantora Mariana Aydar, lotaram as ruas do centro de São Paulo e encenaram no início desta tarde o melhor estilo "Chuva, Suor e Cerveja". A tempestade de verão caiu e ninguém arredou o pé do bloco, celebrando o carnaval. O Forrozin tem como mote a celebração da músíca nordestina e deverá receber Gilberto Gil, Mestrinho, As Bahias e a Cozinha Mineira.

No público, há também muitos nordestinos. É o caso da baiana Tais Ferreira, de 36 anos, e do pernambucano John Barbosa, de 54 anos, que trabalham no setor de alimentação e recebem a amiga Fátima Barbosa, promotora de eventos de Arapiraca (AL), pela primeira vez no carnaval de São Paulo. “Estou me sentindo em Olinda”, conta Fátima.

+++ Blocos de carnaval reúnem multidão na Avenida 23 de Maio em São Paulo

+++ Confira o trajeto e os horários dos bloquinhos de rua em SP

Fã de Mariana Aydar, John ficou feliz com a vinda de Gilberto Gil. “Adoro ele, mas temia que a presença do baiano lotasse demais o bloco. Mas que nada, está no tamanho certo”, diz. Com ele concorda a baiana Tais. "Preferimos bloquinhos menos lotados e com sotaque nordestino. Como este e o do Alceu (Valença)", brinca ela.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.